Como se dar bem na entrevista de emprego?

19 outubro 2015

Aproveitando essa minha "vibe" a procura de um trabalho, resolvi trazer pra vocês algumas dicas de como se dar bem na entrevista de emprego. A maior parte das empresas, se não todas elas, marcam entrevistas para então contratar um novo funcionário. Para quem, assim como eu, não tem experiência com entrevistas de emprego, é sempre bacana poder ler algumas dicas de como ir bem, o que fazer ou não fazer. 
Semana passada, fiz uma entrevista e, claro, entrei no Google e pesquisei algumas coisas que achava importante e também sobre a entrevista em si. Neste post vou listar as coisas mais úteis para mim, algumas referências (sites) e dicas pessoais - coisas que eu acho que vale a pena.
Você:
Somos analisados o tempo inteiro, de todas as formas possíveis, acredite. Em uma entrevista de emprego devemos comparecer, pelo menos, com 10/15 minutos de antecedência, vestidos de maneira própria para o local de trabalho, busque ir com uma roupa confortável e um tanto formal - jeans escuro e camisa sempre funciona -. Quando se trata de trabalho com o público, a aparência pode contar, deixe o seu sorriso o mais bonito possível e seja simpático. 

Redes Sociais:
Cuide com o que você posta! Seja você mesmo, mas não se autossabote. Seja coerente. Não diga algo que seu Facebook/Instagram/Twitter mostre o contrário. A sua confiabilidade pode ser abalada. 

Experiência: 
Caso não tenha nenhuma experiência, lembre-se de seu período escolar, trabalhos em grupos ou coisas relevantes e que podem acrescentar. Por exemplo, o cargo de Presidente do Grêmio Estudantil de sua escola (lembrando que aplicam-se outras coisas). Nunca minta sobre suas experiências. Dê referências de escola, empresas as quais trabalhou, agregue conhecimento ao entrevistador, às vezes essas informações podem colaborar com você. Caso já tenha trabalhado, em hipótese alguma, não fale mal do local, colegas ou de qualquer coisa referida. 

Perguntas:
Esteja preparado para todos os tipos de perguntas, podem ser feitas algumas "absurdas" e que, para eles, façam sentido. Além de questões sobre você, sua formação, informações pessoais, ambições e afins, podem ser feitas perguntas de raciocínio lógico - não que estas tenham que ter a resposta correta, apenas para ter o conhecimento de como você se sai neste tipo de situação. 

Pretensão salarial: 
Caso o salário seja "a combinar", dê uma resposta flexível e dentro do piso da função desejada. Uma boa dica é deixar um valor bacana para ambos e valorizar a empresa, assim, se for abaixo do que a empresa paga, geralmente, você pode ganhar alguns pontos. 

Perguntar:
Pesquisar sobre a empresa e, durante a entrevista, fazer algumas perguntas para o entrevistador é uma ótima maneira de demonstrar interesse pelo seu possível local de trabalho, no entanto, esteja ciente de cada pergunta que fizer, demonstre curiosidade. Por exemplo, queres uma vaga de estágio, pergunte sobre quantos estagiários a empresa contava no ano anterior, quantos ainda trabalham na empresa atualmente.

Referências bacanas:
Por hoje, as dicas foram estas, caso queiram ver mais posts assim aqui no blog, deixem nos comentários. Aproveita e me conta como foi a entrevista, quem já fez. Quero muito saber quais os aspectos mais "assustadores" para vocês todos. Para mim, com certeza, o mais difícil é falar de mim mesma.
Beijo, Amanda!



2 comentários:

  1. Adorei as dicas e seu blog!
    Seguindo, segue de volta?
    http://momentopenelopebyangel.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para o nosso cantinho, sinta-se a vontade para escrever, mas leve em conta se gostaria de ouvir/ler o que está digitando. Evite ofender qualquer pessoa que exponha seus gostos e opiniões.
"Você atrai o que você transmite".

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...